Refúgios no Gerês

O Gerês é um local de belezas inigualáveis, com paisagens fascinantes, parques, cascatas e nascentes naturais, monumentos, museus e serras. Localiza-se no norte de Portugal, em pleno coração do único Parque Natural de Portugal, o Peneda Gerês. Este proporciona a todos os seus visitantes, momentos únicos, de rara beleza. É um local esplendoroso e magnífico, onde encontra inúmeras oportunidades para desfrutar intensa ou calmamente de todo o género de turismo.

O que visitar?

medium_2562815362Durante a estadia no Gerês, desfrute de um excelente passeio pela mata de Albergaria, na qual pode apreciar o carvalhal secular, e algumas das espécies mais típicas e caraterísticas da fauna e da flora geresianas. Maravilhe-se com as cascatas do Tahiti e do Arado, percorra a estrada da Geira, um percurso ímpar de 30Km de extensão, praticamente intactos com pontes, muros, casas e dezenas de marcos que assinalam as milhas e imortalizam, deste modo a memória dos Imperadores Romanos.

No que concerne a monumentos no Gerês pode optar por visitar o santuário de São Bento da Porta Aberta, o monumento do Bom Jesus de Mós, situado no alto da carvalheira. A capela de Nossa Senhora do Livramento, em Vilar, é um pequeno santuário, mas no qual se realizam muitas peregrinações. Em relação ao turismo ativo e aventureiro, opte por palmilhar os caminhos que durante muitos anos inspiraram Miguel Torga, e escolha um dos trilhos para apreciar as suas paisagens sumptuosas e alargar os seus conhecimentos históricos. Alguns dos trilhos mais interessantes são: o trilho da Cidade Calcedónia, o do Castelo, o dos Currais, o dos Moinhos, o dos Miradouros, o trilho de Couto de Souto e o trilho da Geira, todos eles de grau de dificuldade médio a elevado, pelo que deve estar bem preparado antes de iniciar qualquer um deles.

O que comer?

O Gerês é um ótimo refúgio para quem gosta de um bom prato de comida. Aproveite para se deliciar com alguns dos pratos mais típicos da região. Como a famosa carne de cabrito, os bifes de presunto, papas de sarrabulho, rojões, cozido à moda do barroso, bacalhau com migas, vitela estufada no pote, trutas recheadas e arroz de cabidela.

Carne-de-cordeiro

Para terminar a refeição nada melhor que um doce regional, como os pastéis de Santa Eufémia, a torta de laranja de Amares ou o bolo de bolacha com doce de ovos.

Onde dormir?

Para melhor usufruir de todas as maravilhas que o Gerês proporciona, deve ficar pelo menos, um fim de semana na região.

Para quem gosta de respirar e sentir a natureza no seu estado mais puro, pode optar por ficar no parque da Cerdeira, onde pode acampar, levar a autocaravana ou simplesmente alugar um Bungalows de pedra com lareira e aquecimento. O parque oferece a todos os utilizadores diversas atividades de lazer e animação, como canoagem ou trekking, dispõem ainda de lavandaria, minimercado, piscina e internet wi-fi gratuita.

peneda-geres

Se o seu objetivo é simplesmente relaxar e descansar existem imensas casas de repouso em toda a serra do Gerês, como a vivenda Príncipe, situada num local de excelência com uma vista magnífica sobre o parque que lhe permite observar não só as montanhas cobertas de vegetação como os animais em plena liberdade. Na Casa da Quinta da Balança, localizada entre o vale do Rio Homem e Santo António de Mixões da Serra, pode apreciar o enorme salão com lareira Gótica, uma soalheira varanda minhota, três quartos e cozinha para realizar as suas refeições.

Se se deslocou até ao Gerês pelas suas magníficas termas, nada melhor que ficar no Hotel das Termas, localizado nas termas de Gerês, proporciona a todos os seus hóspedes acesso ao restaurante da Adega Regional, onde pode saborear os melhores pratos da cozinha tradicional.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.